As mídias sociais nas propriedades rurais

As mídias sociais nas propriedades rurais

                 As mídias sociais tem reformada a comunicação em todo o globo. Enquanto a comunicação pessoal já foi revolucionada através desta web e da tecnologia móvel baseada na Web 2.0, estas plataformas altamente interativas de mídias sociais foram além para criar, compartilhar, discutir e modificar  o conteúdo gerado pelo usuário e influenciar opiniões.

          As pessoas sempre tiveram opiniões, mas em uma época onde o Facebook tem 1,4 bilhão de usuários ativos e 500 tweets são enviados diariamente (Kemp, 2015), eles têm uma plataforma para expressar-se para uma audiência global.

          E isso abriu uma nova perspectiva para empresas e organizações que necessitam se comunicar com os seus clientes diariamente.

          Consultorias estão tendo um novo papel com as mídias sociais. Para a extensão agrícola e serviços de Assessoria Rural, as mídias sociais apresentam uma enorme margem, não apenas para se comunicar com os agricultores e com melhor eficácia, mas também para atuar como inovadores corretores em Sistemas de Informação Agrícola.

          Também para as organizações, as mídias sociais tornaram mais fácil para os agricultores, se comunicarem com profissionais da assessoria, técnicos, engenheiros, veterinários, zootecnistas, especialistas e colegas em tempo real.

          E com este aumento do potencial de compartilhar seus pontos de vista, idéias e acesso fácil à informação, a comunicação torna-se importante para as organizações, para manter o profissionalismo em um novo mundo social.